Ouvidoria

Ouvidoria

Aperfeiçoando a cidadania

Universidade Estadual promove 1º Seminário Ouvidoria Pública com foco em instrumento de gestão

8 de Março de 2017

Em comemoração do Dia Nacional do Ouvidor, a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) realiza nesta terça-feira (14), às 9h, no Auditório do Departamento de Psicologia, no Câmpus de Bodocongó, a primeira edição do “Seminário Ouvidoria Pública: Instrumento de Gestão”. A entrada é aberta ao público.

O Dia Nacional do Ouvidor é comemorado no Brasil desde 2013, após a promulgação da Lei nº 12.632/2012 instituindo oficialmente o dia e fortalecendo o papel desse profissional cujo objetivo é dar voz, tanto interna quanto externamente, ao cidadão, ao consumidor e ao funcionário, contribuindo para o exercício da cidadania. De acordo com o professor Germano Ramalho, ouvidor geral da UEPB, esse seminário será muito importante para a difusão das atividades desempenhadas pelas ouvidorias.

Irão participar do seminário como palestrantes o procurador de Justiça, ouvidor do Ministério Público do Estado da Paraíba e coordenador do Fórum Paraibano de Ouvidorias Públicas, Doriel Veloso Gouveia; Tânia Maria de Oliveira Brito, ouvidora geral do Governo do Estado da Paraíba; Maria Gorete Rezende, ouvidora do Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa e coordenadora adjunta do Fórum Paraibano de Ouvidorias; além do professor Antônio Germano Ramalho, ouvidor geral da UEPB.

Conheça mais sobre o ouvidor

A figura do ouvidor, ou do ombudsman, como é internacionalmente conhecida, surgiu na Suécia, no início do século XIX, para fortalecer os direitos do cidadão diante do poder do Estado, por meio da fiscalização e aplicação das leis por parte dos funcionários públicos.

No mercado segurador brasileiro, as ouvidorias já estavam presentes na maior parte das empresas mesmo antes da publicação da Resolução 279 da Superintendência de Seguros Privados (Susep) tornando obrigatória sua criação por sociedades seguradoras, entidades abertas de previdência complementar e sociedades de capitalização, a partir de 31 de março de 2013.

Importantes para os públicos que atendem, as ouvidorias também são de extrema relevância para as próprias empresas, à medida que são um canal barato e permanente para conhecerem a avaliação de seus produtos e serviços, possibilitando corrigir distorções e promover a sustentabilidade.

Texto: Givaldo Cavalcanti